reconhecimento facial é realmente seguro

O Reconhecimento Facial é realmente seguro?

Durante muito tempo, as tecnologias de reconhecimento facial foram vistas nos filmes. Entretanto, com o avanço da tecnologia e as atuais demandas do mercado, hoje, somos capazes de encontrar sistemas de reconhecimento facial em diversas atividades do nosso dia-a-dia. Por  isso, muita gente ainda se pergunta: Reconhecimento Facial é realmente seguro?

Entenda um pouco mais sobre este assunto no conteúdo a seguir!

O que é tecnologia de reconhecimento facial?

Como seu próprio nome sugere, a tecnologia de reconhecimento facial nada mais é que uma ferramenta avançada capaz de detectar um indivíduo através das características do seu rosto. 

Atualmente, com o crescimento da internet das coisas e a necessidade de proteger os nossos dados de ataques cibernéticos, a verificação de identidade através dos sistemas digitais começou a ser empregada em larga escala desde o controle de acesso à informação de uma empresa, até o batimento de pontos de trabalhador e no controle de telas de celular. 

Essa tecnologia é considerada como uma evolução dos sistemas de segurança, por isso, já podemos enxergar a sua utilização no controle de fronteiras e alfândegas das maiores potências mundiais. 

Como a biometria facial funciona?

As ferramentas de detecção da identidade através da tecnologia funcionam através da mediação por inteligência artificial. Dessa forma, é possível reconhecer pessoas de forma segura através de imagens, vídeos, reconhecimento por voz, leitura de retina e digital. 

Por isso, quando buscamos entender como funciona a identificação de um indivíduo através da tecnologia artificial, devemos, primeiramente, saber de qual tecnologia estamos lidando. 

Mesmo em ferramentas de reconhecimento facial, é possível identificar mais de uma abordagem para o reconhecimento de um indivíduo, por exemplo. De forma geral, o sistema de face match possui as seguintes etapas de funcionamento para a detecção de um rosto já cadastrado:

1. Detecção do rosto

Nesta abordagem, temos a utilização de uma câmera que é a tecnologia responsável por encontrar um rosto em meio a uma série de indivíduos. Esse tipo de tecnologia é muito utilizada para a restrição de acessos confidenciais, bem como na localização de pessoas em multidões, como nos aeroportos e vias públicas.

2. Análise do rosto

Quando a imagem de um rosto é capturado, é possível realizar a análise das características dessa face para que seja possível identificar um indivíduo ou compará-lo com outras fontes. 

inovação biometria facial gryfo

Para isso, uma tecnologia de software deve fazer a leitura de aspectos como a forma do rosto, a distância entre olhos, disposição dos elementos da maçã, contorno dos lábios, distância entre orelhas, profundidade dos olhos, a distância entre a testa e o queixo e a forma como todos esses elementos juntos estão dispostos no rosto. 

Esses pontos são usados como referência para identificar os principais elementos que diferenciam o seu rosto com os demais.

3. Conversão da imagem em dados

Nesta etapa, temos a transformação das características fisiológicas do rosto em código de algoritmos para que, posteriormente, seja possível encontrar esse rosto num banco de dados. 

Podemos perceber a importância da conversão da imagem em dados matemáticos quando aplicamos esses sistemas na proteção de informações bancárias, para a prova de seguro de vida do INSS e ainda na identificação de foragidos pela polícia técnica. 

4. Localização de uma correspondência

Depois da sua conversão em códigos, a impressão facial pode ser comparada com outros rostos já presentes em um determinado banco de dados.  Dessa forma, se a impressão facial corresponder a uma imagem de um banco de dados de reconhecimento facial, temos assim a identificação de uma pessoa. 

Isso faz com que os sistemas de proteção de dados se tornem ainda mais seguros, atraindo assim a atenção de bancos, escolas, redes de saúde e pesquisa. A intenção é gerar maior confiabilidade aos clientes e usuários de um sistema e garantir a proteção de dados sigilosos de um indivíduo.

Por que é difícil burlar o sistema de reconhecimento facial?

Há alguns anos, os sistemas de reconhecimento facial dos aparelhos celulares eram facilmente burlados através de fotos e vídeos, o que gerou uma desconfiança por parte da população. Mas é importante salientar que não é bem assim que funciona.

Antes de mais nada, a tecnologia de reconhecimento facial evoluiu muito com o passar dos anos, transformando essa ferramenta em uma alternativa de proteção altamente confiável. O principal responsável pela eficácia desse sistema são os algoritmos anti-spoofing. Dessa forma, para desbloquear um sistema bancário, ou bater ponto de trabalho, não poderíamos utilizar apenas artifícios como fotos e vídeos. 

Logo, podemos concluir que o sistema de reconhecimento facial é uma tecnologia extremamente segura e eficaz, justificando assim a sua alta aderência tanto por entidades governamentais como pelo sistema privado, para que assim possamos gerar uma realidade mais segura para os usuários daquele sistema.

Esperamos que esse conteúdo tenha sido útil para te auxiliar a entender sobre a segurança das tecnologias de reconhecimento facial e como elas atuam. Caso você deseje aplicar essa importante ferramenta no sistema de segurança da sua empresa, basta entrar em contato com os especialistas da Gryfo

Posted in Reconhecimento Facial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *